Luciana Galeão abre exposição com vivências e experiências de upcycling e reaproveitamento de resíduos - Luciana Galeão
941
post-template-default,single,single-post,postid-941,single-format-standard,theme-bridge,bridge-core-2.5.9,woocommerce-no-js,qode-page-transition-enabled,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,paspartu_enabled,paspartu_on_bottom_fixed,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,columns-4,qode-theme-ver-24.4,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.4.2,vc_responsive

Luciana Galeão abre exposição com vivências e experiências de upcycling e reaproveitamento de resíduos

Detalhes do Feito À Mão fica em exposição na Galeria Francisco de Sá do Museu Eugênio Teixeira Leal, Pelourinho, a partir do dia 28 de outubro com programação de debates e oficinas.

 

Na próxima quinta-feira, dia 28 de outubro, a designer e gestora Luciana Galeão abre a exposição “Detalhes do Feito À Mão” no Museu Eugênio Teixeira Leal, no Pelourinho. A mostra aborda experiências, vivências e processos construídos ao longo dos 25 anos da marca Luciana Galeão com ênfase no upcycling e reaproveitamento de resíduos. É uma lente de aumento para os detalhes do trabalho manual pelos olhos de quem faz.

“O fazer manual vai na contramão de toda a velocidade desse mundo atual, sem pressa fazemos e em nossas mãos levamos a energia da transformação para algo que precisamos urgente resolver, o lixo, um problema global. Para nós que entendemos a necessidade e fazemos essa transformação acontecer, o conceito do lixo é que está errado, e o lixo deixa de ser algo descartável para ganhar um novo ciclo de vida.”, explica Luciana.

O propósito da exposição é integrar os temas socioambientais, moda e processos criativos, ampliando a visão do público sobre o tema, exibindo as múltiplas experiências da marca Luciana Galeão com as inovações artesanais e sustentáveis feitas com a reutilização de materiais descartados.

Em exibição, estão peças do acervo da marca, além de fotos e vídeos de coleções e projetos desenvolvidos por Luciana com outros artesãos de diferentes comunidades nos últimos dez anos. E é possível acompanhar o processo de criação e execução de uma coleção inédita de Luciana Galeão feita com o reaproveitamento criativo de materiais, o upcycling através dos registros do fotógrafo Gilmar Cruz.

A “Poesia do Fazer” é a primeira fase da exposição que fica em cartaz por seis meses. As peças em exibição serão renovadas conforme Luciana desenvolve novos projetos criando um ciclo entre o fazer e exibir. O modelo inédito em Salvador, leva a moda tradicionalmente exposta em vitrines para a Galeria Francisco de Sá do Museu Eugênio Teixeira Leal, fortalecendo o conceito de moda como modo, comportamento e costume.

As peças da nova coleção de Luciana Galeão e outros itens em exposição podem ser adquiridos durante a visita ou, em breve, no site lucianagaleao.com.br. A lista de peças inclui blusas, vestidos e bonecas decorativas produzidas com upcycling e reaproveitamento criativo de resíduos. Parte da renda gerada será usada na formalização do Instituto Luciana Galeão, instituição com foco em ações socioambientais.

Como explica Luciana, “isso é importante, principalmente nesse momento em que a cultura de ressignificar o que jogamos no lixo precisa realmente ser entendido como uma mudança de cultura e não somente como um simples gesto”.

Rodas de Conversa

Uma vez por mês, o Cineteatro Goés Calmon, no Museu Eugênio Teixeira Leal, vira palco para uma série de debates sobre processos criativos, moda e sustentabilidade. O foco está no fortalecimento da cultura da reutilização de materiais de forma criativa e no incentivo do consumo consciente, voltado para a preservação dos fazeres artesanais e da expansão da economia circular.

Profissionais, artistas e outros designers fazem parte da lista de convidados que junto com Luciana Galeão dialogam sobre responsabilidades socioambientais, empreendedorismo, cultura e principalmente a valorização do feito à mão.

A primeira conversa acontece na abertura da exposição, no dia 28 de outubro às 10h. Com o tema ‘Consumo consciente e mudanças climáticas’, Luciana Galeão recebe as convidadas Andréa Ventura, Ana Fernanda e Eliene Dourado Bina.

Andréa Ventura é professora da Escola de Administração da UFBA, pesquisadora colaboradora da Cátedra Unesco em Sustentabilidade e do Painel Salvador de Mudança do Clima. Foi vencedora do Prêmio Vale-Capes de melhor tese sobre o combate à pobreza, em 2014.

Ana Fernanda é jornalista e mestra em Estudos Multidisciplinares da Cultura (FACOM/UFBA), captadora de recursos e membro do Comitê Racial do Instituto Fashion Revolution Brasil, representante Fashion Revolution Salvador. Idealizadora do Coletivo Justa Moda e do armário compartilhado Gira Roupa.

Eliene Dourado Bina é museóloga e pedagoga, diretora do Museu Eugênio Teixeira Leal/Fundação Econômico Miguel Calmon e Conselheira Efetiva do Conselho Federal de Museologia. Doutora em Estudos do Patrimônio, Universidade do Porto, Portugal e mestrado em Educação e Contemporaneidade – UNEB.

Oficina

Entre 03 de novembro e 02 de fevereiro de 2021, Luciana realiza a capacitação “Design de Produtos sustentáveis e Processos Criativos” com encontros às quartas-feiras entre 9:30 às 11:30 no Cineteatro Goés Calmon, no Museu Eugênio Teixeira Leal.

A oficina aborda temas relacionados ao desenvolvimento de produtos, desde a introdução aos conceitos do design, plano de ação para negócios, estratégias sobre o processo de criação e venda. A atividade é indicada para artesãos, criadores e entusiastas.

A oficina tem carga horária de 60 horas e é certificada pela Fundação Econômico Miguel Calmon. As inscrições são gratuitas estão abertas através do link: https://bit.ly/oficinanoeugenio

Luciana Galeão

A designer Luciana Galeão trabalha na solução do problema de descarte de resíduos sólidos, através do reaproveitamento, utilizando a fusão entre criação em design de moda, gestão, pesquisa de matérias primas recicláveis e o empreendedorismo social.

Há 20 anos desenvolve pesquisas sobre matérias primas alternativas, sendo uma das pioneiras no Brasil em operar nos moldes conceituados como Economia Circular e soluções de Upcycling, com ênfase em Design Circular voltado para produtos sustentáveis com grande valor agregado.

Ficha Técnica

Curadoria da Exposição: Luciana Galeão e Sandra TM Galeffi
Expografia: Luciana Galeão e Sandra TM Galeffi
Coordenação executiva da Exposição: Sandra TM Galeffi
Comunicação: T2 Comunicação e Gestão de Projetos
Fotografia: Gilmar Cruz
Realização: Luciana Galeão
Apoio: Museu Eugênio Teixeira Leal – Fundação Econômico Miguel Calmon
Agradecimentos: Museu Eugênio Teixeira Leal, Galeria Francisco Sá, Cineteatro Góes Calmon, Eliene de Bina, Léo Regis – Casarão 17, VM Ateliê – Vilma Maria, Ateliê Iara Oliveira, Ivone Lima, Gilmar Cruz, Talyta Singer, Estela Santana, Sandra TM Galeffi, Cláudio Moraes.

Agradecimento especial às artesãs, artesãos e empresas parceiras que contribuíram para a construção dessa história.

SERVIÇO
Exposição Detalhes do Feito À Mão: a poesia do fazer
Abertura: 28 de outubro, quinta-feira
Visitação: segunda a sexta-feira, 12h às 16h
[Entrada controlada na portaria, uso obrigatório de máscara]
Museu Eugênio Teixeira Leal, Galeria Francisco de Sá
Endereço: R. do Açouguinho, 1 – Pelourinho
Informações:

Roda de Conversa Consumo Consciente e Mudanças Climáticas
com participações de Luciana Galeão, Andrea Ventura, Ana Fernanda e Eliene Bina
Data: 28 de outubro
Horário: 10h
Local: Cineteatro Goés Calmon, no Museu Eugênio Teixeira Leal.

Capacitação Design de Produtos sustentáveis e Processos Criativos
Quarta-feiras, de 03 de novembro e 02 de fevereiro de 2021
Horário: 9:30 às 11:30
Local: Cineteatro Goés Calmon, no Museu Eugênio Teixeira Leal.
Inscrições gratuitas: https://bit.ly/oficinanoeugenio

Compartilhe
Talyta Singer
ytasinger@gmail.com

Jornalista especializada em Ciência e Tecnologia (UFMT), Mestre e Doutoranda em Comunicação e Cultura Contemporâneas (UFBA). Desenvolve pesquisa na área de narrativas em inovação no jornalismo. Faz parte da T2 Comunicação e Gestão de Projetos.

Sem comentários

Deixe um comentário